NOVO SUPLEMENTO – “PÍLULA DA REFEIÇÃO IMAGINÁRIA”

fexaramine - pílula da refeição imaginária



Domingo, 11/01, o programa da Globo, Fantástico mostrou uma matéria que deixou os gordinhos em polvorosa. A matéria falava sobre uma pílula “mágica”, chamada Fexaramine, que promete queimar gordura num piscar de olhos sem a necessidade de exercícios. Mas será que isso existe mesmo?

Como a Fexaramine funciona?
Cientistas desenvolveram uma nova pílula que "engana" o corpo: ela faz com que o organismo ache que houve ingestão de alimentos e passe a queimar calorias.

Por que ela é diferente dos remédios já existentes para emagrecer?

fexaramine - pílula da refeição imaginária
A maioria dos remédios para emagrecer, ao chegar no estômago, é absorvida pela corrente sanguínea e uma vez no sangue é grande o risco de causar efeitos colaterais graves, como doenças cardíacas, pressão alta, depressão. A diferença é que a nova pílula não é absorvida pelo sistema sanguíneo e por isso mesmo o risco desses efeitos pode ser bem menor. A fexaramine age exclusivamente no aparelho digestivo e funciona assim: ela engana o cérebro. O remédio estimula a liberação de um hormônio que avisa ao cérebro que o corpo já está abastecido, mesmo que a pessoa não tenha comido nada. E a partir daí, começa o processo que vai levar ao emagrecimento.

Fexaramine emagrece mesmo?




Ronald evans o criador da pílula da refeição imaginária— “Esta pílula é como uma refeição imaginária. Ele envia os mesmos sinais que normalmente acontecem quando você come um monte de comida, de modo que o corpo começa a limpeza de espaço para armazená-la. Mas não há calorias, nem alterações no apetite” — diz Ronald Evans, autor do estudo. “A droga queima a gordura do seu corpo para dar espaço às novas calorias. Como não há novas calorias entrando, você começa a perder peso”, completa Evans



Quando camundongos obesos receberam um medicamento de fexaramine por dia, durante cinco semanas, deixaram de ganhar peso, perderam gordura e tinham níveis mais baixos de açúcar e colesterol no sangue em comparação aos ratos não tratados. Além disso, os animais que tomaram a nova pílula tiveram um aumento da temperatura do corpo — o que, segundo os cientistas, sinaliza uma atividade metabólica mais intensa.

Os pesquisadores estão trabalhando para criar testes clínicos em humanos para testar a eficácia de fexaramine. Se tudo der certo, ainda deve demorar de cinco a dez anos para chegar ao mercado, mas só a notícia de que uma "pílula mágica" pode queimar gordura assim, num piscar de olhos, deixou muita gente animada.

É esperar para ver...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...